sábado, 17 de novembro de 2012


A VERDADE - João 8:31-36
Ap. Márcio André

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.
A verdade liberta, mas a mentira e o engano aprisionam como uma teia de aranha.
Quando um animal cai na teia de uma aranha, este se desespera e quanto mais se debate, mais se prende e é atacado pela aranha. Assim também é com a mentira, com o engano; quanto mais você faz uso destes mais envolvidos, mais preso se fica. O pecado é aprisionador e a mentira, o engano é a teia desta aranha do pecado.
Quando estamos agarrados à mentira satanás nos fere sugando tudo de bom que há dentro do ser humano, tirando o amor, a alegria e deixa-o como uma casca seca, enrolada e vazia. O diabo não tem prazer simplesmente em matar o homem, mas sim em derrotá-lo e levá-lo para o inferno.
Toda essa prisão começa com uma mentira apenas, mas essa brecha é suficiente para envolver o ser humano nessa prisão demoníaca.
Quando isso acontece o ser humano se torna uma casca, e neste momento os sonhos se vão, porém Deus quer libertar e restaurar tudo que foi levado, mas para isso é necessário querer voltar ao caminho da verdade, reconhecendo as mentiras que você proferiu e se arrependendo destas. É preciso se desprender de todas essas mentiras que o tem aprisionado.
O que nos faz permanecer livre é a verdade. Somente com a ausência desta é que caímos na teia do diabo e somos aprisionados. É um mandamento bíblico a mantença da verdade.
A mentira é uma espécie de traição. O diabo é o pai da mentira.
O texto alvo deste estudo proferido por Jesus não foi dito para os ímpios, pecadores naturais, mas sim para os crentes que permanecem vivendo uma vida de mentiras, enganos e traições.
Assim como a aranha só ataca a sua presa após este estar totalmente envolvido em sua teia, assim também o diabo faz com os que permanecem numa vida de mentiras. Eles vão se envolvendo cada dia mais em seus enganos, mentiras e quando já se sentem fracos e indefesos é que satanás o fere.
Apesar de todo esse capítulo de derrotas e desgraças acarretados pelas mentiras proferidas e vivenciadas, Jesus faz um doce convite à libertação ao declarar que “... Conhecereis a verdade e a verdade o libertará...”, “...Vinde a mim todos vós que estais cansados e eu vos aliviarei...”

Um comentário:

  1. A paz de Cristo, veja meu blog: willian bugiga e o site: www.convertidos.com.br
    A paz.

    ResponderExcluir